São Paulo, 21 de outubro de 2020 – A LINX S.A. (“Companhia”) (B3: LINX3 | NYSE: LINX), em atendimento ao Ofício nº 190/2020/CVM/SEP/GEA-4, emitido pela Superintendência de Relações com Empresas da Comissão de Valores Mobiliários – CVM em 19 de outubro de 2020 (“Ofício”), vem apresentar aos seus acionistas e ao mercado em geral os esclarecimentos solicitados.

O Ofício solicita a manifestação da Companhia sobre nota divulgada pelo jornalista Lauro Jardim em 19 de outubro de 2020, segundo a qual o Grupo Stone estaria estudando uma fazer nova oferta pela Companhia. Cópia do Ofício consta como Anexo I.

Indagada pela Companhia, a STNE Participações S.A. informou que “não está estudando, neste momento, qualquer aumento de preço ou outra alteração aos termos da operação contratada com a Linx. A STNE reforça a sua convicção de que os termos da operação que será deliberada no próximo dia 17 de novembro são atrativos não apenas para os acionistas da Linx, mas para seus clientes e funcionários, que se beneficiarão de uma cultura de trabalho colaborativa que põe o cliente em primeiro lugar de tudo que é feito na companhia. Além disso, a STNE enfatiza que os termos da operação contratada com a Linx protegem adequadamente a Linx e seus acionistas dos riscos relacionados à sua execução”.

Clique aqui para acessar o documento na íntegra.


CONTATO RI:

Relações com Investidores
(11) 2103-1531
ri@linx.com.br


Website: ri.linx.com.br