São Paulo, 14 de novembro de 2020 – Linx S.A. (B3: LINX3; NYSE: LINX) em atendimento ao disposto no §4° do artigo 157 da Lei n° 6.404/76 (“Lei das S.A.”), na Instrução CVM n° 358, de 3 de janeiro de 2002, informa aos seus acionistas e ao mercado que tomou conhecimento do Informativo da Reunião Extraordinária do Colegiado da Comissão de Valores Mobiliários (“CVM”) realizada em 13.11.2020, disponível no website da CVM, no qual foram relatadas as seguintes decisões:

1. o Colegiado da CVM indeferiu o pedido de adiamento da sua Assembleia Geral Extraordinária convocada para 17.11.220 (“AGE”), formulado no âmbito do Processo CVM nº 19957.007828/2020-70;

2. o Colegiado indeferiu o pedido de interrupção do curso do prazo de convocação da AGE da Linx S.A., formulado no âmbito do Processo CVM nº 19957.007854/2020-06; e

3. o Colegiado deferiu o recurso apresentado pelos acionistas fundadores Nércio José Monteiro Fernandes, Alberto Menache e Alon Dayan, no âmbito do Processo nº 19957.005563/2020-75, entendendo não tratar o caso concreto de hipótese de benefício particular, nos termos do art. 115, §1º da Lei das S.A., e tampouco restar demonstrado, neste momento, conflito de interesses apto a gerar impedimento de voto por parte dos acionistas fundadores da Companhia em decorrência da celebração dos contratos de indenização por não concorrência e da proposta de contratação do Sr. Alberto Menache. Diante disso, os acionistas fundadores não estariam impedidos de votar na AGE nas deliberações relacionadas à operação com a STNE Participações S.A.

Dessa forma, a Companhia informa que fica mantida a AGE da Companhia convocada para 17.11.2020, sendo que os acionistas fundadores Nércio José Monteiro Fernandes, Alberto Menache e Alon Dayan estarão aptos a votar nas matérias constantes dos itens (1), (3) e (4) da ordem do dia.


 CONTATO RI:

Relações com Investidores
(11) 2103-1531
ri@linx.com.br