A sofisticação do setor de varejo como consequência da expansão da renda dos consumidores brasileiros das classes alta, média-alta e média é evidenciada pelo aumento do número de shopping centers. Segundo a ABRASCE, o faturamento total dos shopping centers no Brasil cresceu 113,0% entre 2006 e 2015, passando de R$50,0 bilhões para R$151,0 bilhões. No mesmo período, o número de shopping centers passou de 351 para 538 empreendimentos. Os gráficos abaixo destacam a evolução do número de shopping centers e suas receitas no Brasil para os períodos indicados:

Fonte: ABRASCE

Os shopping centers estão entre os principais destinos para compras dos consumidores urbanos brasileiros, pois são capazes de concentrar, de maneira conveniente e em um único estabelecimento, uma variedade de produtos que atendem a diversos interesses, além de oferecerem segurança, facilidade de acesso, estacionamento e outros serviços associados que são altamente valorizados pelos consumidores. Como consequência, o tráfego mensal de pessoas tem experimentado aumento significativo. Entre 2006 e 2015, o número de visitantes por mês nos shopping centers passou de 203 milhões para 444 milhões.

A previsão da ABRASCE é que o número desses empreendimentos continue em expansão. Em 2015, segundo dados da associação, 9 shoppings foram inaugurados no Brasil. Além disso, segundo dados da ABRASCE, espera-se que 30 novos shoppings sejam inaugurados no país em 2016.